Acorda Irina – Outra mulher saiu da sua cama

Os olhos cheios de alcool não apenas estranham a luz do dia, mas sim a amaldiçoa! Ela cospe uns palavrões para a cortina aberta e para quem a abriu! – Fecha essa merda, porra!! Grita a moça gorda que ainda jaz na cama. A moça em pé, de cabelos castanhos e corpo esguio, responde: – […]

Leia mais…

Hoje

Quero vestir a loucura e as roupas dos mendigos e ainda ser invisível. Jogar dominó num boteco qualquer, aproveitar um churrasco num puteiro de luzes azuis. Quero o emprego de carregar cimento ou um ofício daqueles que os clientes nem olham na sua cara. E no fim do dia deslizar no sofá, ver as notícias, […]

Leia mais…

Artista



Acervo público Metropolitan Museum of Arts, créditos: