No chão!

A crueza do não me fez mais forte!! … Hã… Ok… nem mesmo eu acredito nisso E por isso me admito no chão… Resmungando alto e perdido Cadê a vontade? Cadê coração…? E me perco novamente em devaneios Sonhando lúgubre com a morte sem perdão Não posso mesmo me suportar nessa manhã Onde são lágrimas […]

Leia mais…

Artista



Acervo público Metropolitan Museum of Arts, créditos: