Crise

Sem cor, Sem sonoCom dor, Com fomeSem flor, No abandonoSem medo, só pavor Sem carne, só matoCom arma, me matoSem certeza, na merdaSem eira, sem trégua Sem crises já não sei mais, me apego nelasCom descaramento descabido, urgindo e bradandoNinguém me olha mais nos olhos, nem quero encará-losNem estou mais na escola, para poder ignorá-los […]

Leia mais…

Spider

Estafa.Estafa de bebedeira mesmo.a barriga pesando, a mente lenta.A boca seca e ainda chamando nomes. Idiotice, muita.Mas tô chapado e hoje é assim.como se fosse necessidade.Sei lá, carência de bêbado. Escrever.Queimar.Uma cama com novos lençois. Esses são meus sonhos,banhados de ácidoou uma merda qualquer. Bem vindos! […]

Leia mais…

Uma Pagina em Branco

Sem lamentos, ainda estamos sem lamentos…Não sem sofrer, ou sem divagar sobre o que poderia ter sidoSó não temos, por enquanto, nada pra lamentar… Podemos sim reclamar, xingar, arrepender-se e porque não, até chorarMas lamentar… isso já não podemos… o nosso tempo já esta passandoAgarramos pelo rabo esse rato maldito chamado tempo…E ele nos sorri […]

Leia mais…

Artista



Acervo público Metropolitan Museum of Arts, créditos: