Imediatismo sério

08/12/2011 Zumbido Fugaz

Por vezes eu tive aquela súbita certeza
de que eu ia ficar e ver tudo com clareza
quando a verdade se aproxima eu tenho receio
volto pro meu canto e esqueço meu anseio.

Porque eu sou quem tem medo do fim
não vou deixar chegar no enfim
ver a conclusão e saber que acabou
é o meio da história que fechou.

E eu pulo pra mais tarde voltar
pulo para não ter que enxergar
e juro que eu volto para esclarecer
mas não posso deixar amanhecer.

Não me faça ficar e olhar
senão verá o quanto vou apagar
como a minha alma vai queimar
Só que sem pressa pode me chamar…

Vou ajudar no percurso sem rebeldia
Antes que chegue ao sétimo dia…

Um certo alguém simples que busca conhecimento e auto-conhecimento através dos escritos. Que se encanta por olhares e perde a noção do tempo tentando desvendá-los...

Comentários

One thought on “Imediatismo sério

  1. “Enganos desses trinta e poucos anos”

    A certeza, o receio. As vezes cansa, descansa.
    Melhor ir embora, deixar pra lá.
    Quem vai ficar na mesa quando a conta chegar?

    Pra arrematar: “Vou ajudar no percurso sem rebeldia
    Antes que chegue ao sétimo dia…” Muito bom!

Deixe uma resposta para Thiago Hernandez Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Postagens

18/08/2016 Zumbido Fugaz

O passado trás presente

O seu nome ecoa na minha mente Como o sino que insiste Em avisar sobre a missa das 18h O seu corpo comprime meus anseios Mas trás a tona os mesmos medos dos 16 anos Quando eu te vejo chegar um carro bate E eu não sei mais dizer se ainda são 14 cores que […]

Leia mais…

23/07/2016 Zumbido Fugaz

Frases de 1 palavra só II – Perguntas

Tudo termina por aqui? Como? Quando? Por quê? Tinha algo bom por aqui? Ansiamos? Erramos? Jogamos? Precisamos trazer a sorte? Talvez? Você sabe? Não? Concedemos o que havia de melhor? Brindamos? Entregamos? Transamos? Eu naõ sei… […]

Leia mais…

24/06/2015 Zumbido Fugaz

Procure e ache

[…]

Leia mais…

09/06/2015 Zumbido Fugaz

Quando eu não te encontrei

Caminhei só, te procurando pelo bairro japonês que tantas vezes nos deu sabor, esbarrões e amor. […]

Leia mais…

08/05/2015 Zumbido Fugaz

Pedacinhos

[…]

Leia mais…

31/03/2015 Zumbido Fugaz

Por todo o tempo

[…]

Leia mais…

Artista



Acervo público Metropolitan Museum of Arts, créditos: