Você amou o que eu poderia ser
nunca o que eu de fato sou.

Você amou o que podíamos ter
por que não o que já tínhamos?

Você quis a minha face calma
e não todas que eu tenho.

Você se enturmou com meus bons amigos
e apagou da minha agenda os culpados.

Você proibiu meus risos irônicos
mas nunca aceitou minhas revisões.

Você quis ser meu príncipe
porém não perguntou se eu queria um.

Você quis que eu fosse só sua
e nem se importou de ser de outras.

Você tentou me amarrar ao pé da cama
e eu dei um nó na sua garganta
quando percebeu que eu podia caminhar
e ser o que quisesse ser agora…

Leave a Reply

  • (will not be published)

Últimas Postagens

Escreva também
no prascucuias

Ultrapasse a barreira do conformismo e mande seu texto para gente.

Envie seu texto

Assine nossa newsletter

[contact-form-7 id="3498" title="Newsletter"]