26/09/2015 Gritos do Nada

Vidraça

Não serei mais vidraça pro seu grito de guerra Nem admitirei ser fraco ou omisso Aqui quem fala é que nunca espera É quem fez de verdade da luta compromisso. Não aceito seu preconceito descabido Sua neura e sua falta de argumento Me deixe então com meu livre arbítrio! Já que não me é possível […]

Leia mais…

Continue lendo
18/08/2016 Zumbido Fugaz

O passado trás presente

O seu nome ecoa na minha mente Como o sino que insiste Em avisar sobre a missa das 18h O seu corpo comprime meus anseios Mas trás a tona os mesmos medos dos 16 anos Quando eu te vejo chegar um carro bate E eu não sei mais dizer se ainda são 14 cores que […]

Leia mais…

Continue lendo
03/02/2014 Sonhos Viciados

Piazzas I

Hélio Oiticica beija minha mão esquerda enquanto eu tento esconder opiáceos dos guardas e malandros dessa rua antiga e sem dono. Me escondo nos paralelos invisíveis da tua língua morta sem tradutores e dicionários. […]

Leia mais…

Continue lendo

Recordar é viver

01/10/2014 Gritos do Nada

Sou parte pendente

Sou parte ausente Sou parte e sou frente […]

Leia mais…

22/01/2009 Colunas - Gritos do Nada

Cinismo… Sincero

Já pedi tudo que quero, e me parece poucoJá perdi tudo que tinha, e me parece muitoE com o rosto entre mãos, mirando meus dedosTendo recuperar o vento que se foi, soprando e destruindo Me viro pros lados, ninguém segura minha mãoEu mesmo afasto as mãos que tentam me acalentarNem de nojo, nem de medo, […]

Leia mais…

03/04/2014 Zumbido Fugaz
Eu só liguei para ouvir a sua voz...

Fases

27/03/2015 Sonhos Viciados

Piazzas V

Assombrado por ideias mortas, talhado pela rotina que constrói adoráveis mordaças e viseiras negras banhadas de petróleo e sêmen. […]

Leia mais…

28/06/2012 Gritos do Nada

Uma carta…

Talvez você ainda se lembre de mim… Existem boatos que até não para de pensar. Fico triste que agora esteja assim Mesmo que eu não sinta vontade de falar Ouço falar que você não andou, ficou parada Queria poder te chacoalhar, pedir pra me superar Sei que tem gente que já disse que isso num […]

Leia mais…

12/06/2012 Colunas - Zumbido Fugaz

Roubando

Eu vou roubar seu coração? Eu vou fazê-lo sorrir em vão? Consinta a minha presença que já se tornou a sua doença. Talvez a cura de uma solidão quem sabe muito além da paixão Que vai invadir a sua alma e fazê-lo apontar uma arma… Para o fim dos meus dias deixando assim suas mãos […]

Leia mais…

Artista



Acervo público Metropolitan Museum of Arts, créditos: