Kantinho, com K mesmo

04/09/2011 Resenhas de Bares

Estou aqui no bar, esperando não sei o que. Ou quem sabe não sei quem. Nem precisa falar, a posição de quem espera realmente não é das melhores.

Mas espero, num bar em frente ao metrô vergueiro, em São Paulo e eu sei que é triste, ou falta de habilidade na escrita, mas minhas histórias tem endereço. Quem conhece a região sabe que é cheia de faculdades por perto o que faz qualquer bar lotar com uma garotada que é muito boa em gritar. Quem não é bom, como eu, acaba entrando na onda depois da segunda dose.

Bom, o bar, não tem nada de surpreendente é lugar pra comer algo rápido e sair. Lanche, kibe, beirute. Eu bebo, espero, peço a Deus salvação. Logo na entrada a mensagem “Kantinho do pão de queijo”. Com K mesmo. Pintado nuns azulejos, uma coisa meio Brasil imperial.

O espremedor de sucos avisa. Esperar é desesperador. Mais uma cerveja, as moças e os cappuccinos. Sinto o frio na espinha, escolhi esperar no lado de fora e faz um frio matador. O espremedor de suco silencia. Eu aprendo, se for esperar escolha um bom lugar.

Cantinho é kantinho, então pegue sua blusa e espere ser bem atendido, hoje em dia tá dificil, mas desisti do cappuccino, vai uma cerveja e uma coxinha pra variar.

A moça ao lado grita, deve ser um outro aviso, o nunca existe. Coxinha no microondas é pecado capital. Dai o nunca, se for coxinha desiste de esquentar a bichinha. Esquentar vale pra mim e não pra ela. Resseca a casca, fode a vida.

Vai dando a hora, a minha e da garotada que grita. Peço a saidera, sorrisos médios, sorrisos falsos, verdadeiros sorrisos de quem já bebeu demais. Não vi sorriso melhor que o da lixeira que nos recebe na entrada, aquela de palhaço em parque de criança, saca, com a boca aberta?

Preciso de um banheiro, antes disso nota 6 para o bar de cerveja a preço justo e espremedor de sucos esperto.

Kantinho do pão de queijo

R. Vergueiro, 745 – Liberdade
São Paulo – SP

Um cara entre vielas cheias de gente e ônibus lotado. Que se perde em alguns bares e se põe a ver a velocidade dessa gente. E rir da estupidez dessa lógica.

Comentários

One thought on “Kantinho, com K mesmo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Postagens

21/10/2011 Resenhas de Bares

É um bar gay

É um bar gay. Não importa o quanto eu afirme que sou hetero. Bichas, bichinhas, ursos, rudes, travestis, mulecotes, entendidos ou perdidos. É um bar gay que vende cerveja barata na augusta. E eu só não me importo. Tem até umas moças por perto, amigas dos gays. Elas se sentem em casa, no pior dos […]

Leia mais…

29/09/2011 Resenhas de Bares

Millennium – Mais que um bar de Faculdade ou A Deusa da Mesa ao Lado

Ele costuma terminar as aulas no Millennium, um bar que fica em frente a UniABC, é um desses bares de faculdade, que servem lanches e tem cerveja a preço justo. É maior que a maioria, e como ele tem amigos que fumam, eles costumam ficar do lado de fora, onde tem uma pracinha legal com […]

Leia mais…

13/09/2011 Resenhas de Bares

O palco de moças e sujeitos detestáveis

08/09/2011 Resenhas de Bares

Bar do Juarez – Chopp e Mulher bonita!

Você deve estar estranhando eu falar sobre um bar “digno”, conhecido e com site pra se visitar (http://www.bardojuarez.com.br/) onde o chão é limpo e as bebidas são boas… Gostaria de dizer que vou ganhar alguma coisa com isso, mas não! Vai ser de graça mesmo. Ontem estive lá e gostei muito do lugar, o Bar […]

Leia mais…

04/09/2011 Resenhas de Bares

Kantinho, com K mesmo

Estou aqui no bar, esperando não sei o que. Ou quem sabe não sei quem. Nem precisa falar, a posição de quem espera realmente não é das melhores. Mas espero, num bar em frente ao metrô vergueiro, em São Paulo e eu sei que é triste, ou falta de habilidade na escrita, mas minhas histórias […]

Leia mais…

Artista



Acervo público Metropolitan Museum of Arts, créditos: