Hábitos necrófagos é a legião que se alimenta e regurgita do mesmo submundo. Do mesmo mundo, dos mesmos sabores. Estaremos em todos os cantos e embalagens. Esquinas e palanques. A autoria desses textos é de quem passou a barreira do conformismo e mandou um email pra gente.

Tenha seu texto publicado no Prascucuias!

Aliás, vale enviar qualquer coisa e nós publicaremos, vale seus textos, seus vídeos, fotos, pintura, jornal, carta de amor, enfim. Se tiver aquele livro que precisa de uma dilvugação, pode contar conosco. Vale o desbunde, pode contar com nosso espaço para toda e qualquer maluqice.

Pode usar o formulário e anexar o arquivo, colar no corpo da mensagem ou se quiser só uma palavra amiga pode mandar um e-mail para gente. mande@prascucuias.com.br

[contact-form-7 id=”3496″ title=”Hábitos Necrófagos”]

Últimas Postagens

Me sinto uma versão beta construída por estudantes primários fascinados por orgias que nunca participaram.

Esse é o meu poema mais ultrapassado

139
Nenhum me representa Só eu falo por mim

Ninguém me Representa

126

Domingo não é um bom dia pra conjecturar

Talvez não seja domingo o melhor dia de conjecturar
Ou talvez nunca seja

As mãos perdidas entre o fazer e o pensar
São pesadas ferramentas

A música lá fora me irrita e indigna
Seja o que for o que ouvem não é pra mim

Continue lendo…

140

Nadja de Breton

Inocência desinibida
De quem vive a vida

De desenhar cada passo
De rir de cada descompasso

Das ruas estreitas e boulevares
Dos amores desfeitos aos pares

Continue lendo…

104
Jogado ou julgado? Eles falam Eu não escuto

Me reencontro a cada esquina

115

Curto e Cordial

O choro é contido
Reprimido

Derramada é a saliva
Sem saída

Continue lendo…

63